">
Image Alternative text

Salve, salve, meu aluno!

Hoje vamos bater um papo sobre uma modalidade de exercício recorrente nas provas da Escola Superior de Administração Fazendária (ESAF).

A maioria das provas de Língua Portuguesa elaboradas pela ESAF apresenta ao menos uma questão de "ordenação textual: continuação correta, coesa e coerente". 

Esse tipo de exerc√≠cio requer que voc√™, candidato, saiba (re)construir um texto coeso, coerente, em conformidade com a norma-padr√£o. Para tanto, √© imprescind√≠vel que o alunado conhe√ßa os mecanismos que proporcionam a conex√£o entre as partes do texto, ou seja, a fun√ß√£o f√≥rica dos pronomes, bem como outros recursos de coes√£o textual, tais como o valor sem√Ęntico dos conectivos (preposi√ß√Ķes / conjun√ß√Ķes), a pronominaliza√ß√£o etc.¬†

Além disso, é importante saber identificar o fragmento que apresenta a proposta temática, pois este é o que dará início à superfície textual.

Vejamos, por exemplo, uma questão cobrada no concurso para o cargo de Analista de Comércio Exterior, do MDIC:

(ESAF/MDIC/Analista de Comércio Exterior) Os fragmentos abaixo constituem um texto, mas estão desordenados.


I.¬†Como o Brasil tem uma √≥tima imagem no exterior, mas poucos sabem que o Pa√≠s fabrica produtos de alto valor agregado como avi√Ķes e sat√©lites, esse pr√™mio √© um reconhecimento aos empres√°rios, pioneiros nesse trabalho de agrega√ß√£o de valor e na busca incessante pela qualidade.

II. Até mesmo os produtos que não receberam o selo de qualidade no primeiro ciclo do programa foram beneficiados pelo processo.

III. Dez produtos brasileiros receberam o selo de qualidade mundial Brasil Premium. Durante um ano, as empresas que comercializam esses produtos poderão usar esse distintivo para promovê-los no exterior.

IV. As empresas responsáveis por tais mercadorias receberão ainda apoio financeiro do Governo na adequação de seus produtos ao mercado internacional.

V. Esses que não foram selecionados ganham um relatório mostrando como corrigir os problemas na cadeia de produção.

(Mariana Pereira, www.mdic.gov.br, 26/6/2002)


Quanto à ordenação coesa e coerente do texto, assinale a opção correta.

a) O item II deve ser o introdutório e vir antes de todos os outros, já que é um resumo da idéia principal do texto.
b)¬†A conclus√£o do texto √© o item¬†III, j√° que encerra a argumenta√ß√£o com informa√ß√Ķes a respeito do futuro pr√≥ximo.
c) O item V é o antecedente imediato do item IV, pois "Esses" e "tais mercadorias" formam uma cadeia anafórica ligada ao mesmo referente: "produtos que não receberam o selo de qualidade"(II).
d)¬†O item¬†I¬†√© subseq√ľente ao¬†IV¬†por estar ligado a este √ļltimo pelo recurso coesivo da repeti√ß√£o da palavra "produtos".
e) A introdução do texto pode ser constituída pelo item I, uma vez que este não apresenta referência a nenhum antecedente.

Comentário: Para resolver essa questão, primeiramente é necessário encontrar o trecho:

- em que haja a apresentação do tema;
 
- que não contenha elementos que prescindam de referencial anterior, tais como pronomes anafóricos, por exemplo.
 
Desse modo, o item III é o introdutório, destacando a atribuição do selo de qualidade mundial Brasil Premium a "dez produtos brasileiros":
 
Dez produtos brasileiros receberam o selo de qualidade mundial Brasil Premium (apresentação da temática). Durante um ano, as empresas que comercializam esses produtos poderão usar esse distintivo para promovê-los no exterior.
 
Repare que, além de apresentar o tema, resumindo a ideia principal do texto, o primeiro período do item III não contém elementos coesivos anafóricos, sendo, portanto, o início da superfície textual. Assim, a letra (B) está incorreta.
 
A sequência da cadeia discursiva é encontrada no item I:
 
"Como o Brasil tem uma ótima imagem no exterior, (...) esse prêmio é um reconhecimento aos empresários (...).
 
Nesse segmento, a express√£o "esse pr√™mio" faz refer√™ncia ao "selo de qualidade mundial Brasil Premium", mencionado no item anterior, proporcionando coes√£o ao texto. ¬†Desse modo,¬†o item I √© subsequente ao III¬†por estar ligado a este √ļltimo pela express√£o "esse pr√™mio", tornandoincorretas¬†as op√ß√Ķes (D) e (E). Restam-nos apenas as letras (A) e (C).
 
O "corpus" textual tem prosseguimento com o item II: "Até mesmo os produtos que não receberam o selo de qualidade no primeiro ciclo do programa foram beneficiados pelo processo". 
 
Nessa passagem, a expressão "Até mesmo" exprime ideia de inclusão, dando prosseguimento à tecitura textual. Ademais, percebe-se uma relação de contraste/oposição entre "os produtos que não receberam o selo de qualidade" e aqueles (dez produtos) que receberam o "selo mundial Brasil Premium", mencionado no início da cadeia discursiva. Logo, a assertiva (A) também está incorreta, validando a letra (C) como resposta da questão.
 
Portanto, os fragmentos são reunidos em um texto coeso e coerente da seguinte forma: 
 
"Dez produtos brasileiros receberam o selo de qualidade mundial Brasil Premium¬†(apresenta√ß√£o do tema/resumo da ideia central do texto). Durante um ano, as empresas que comercializam¬†esses produtos¬†poder√£o usar esse distintivo para promov√™-los no exterior.¬†Como o Brasil tem uma √≥tima imagem no exterior, mas poucos sabem que o Pa√≠s fabrica produtos de alto valor agregado como avi√Ķes e sat√©lites,¬†esse pr√™mio¬†√© um reconhecimento aos empres√°rios, pioneiros nesse trabalho de agrega√ß√£o de valor e na busca incessante pela qualidade.
Até mesmo os produtos que não receberam o selo de qualidade no primeiro ciclo do programa foram beneficiados pelo processo. Esses que não foram selecionados ganham um relatório mostrando como corrigir os problemas na cadeia de produção. As empresas responsáveis por tais mercadorias receberão ainda apoio financeiro do Governo na adequação de seus produtos ao mercado internacional.
 
Gabarito: C.
 
√Č isso a√≠, meu aluno!
Até o próximo encontro.
Forte abraço!
Fabiano Sales.

Array
(
    [id] => 4725/2580
)