">
Image Alternative text

Pessoal,

A FGV cobrou apenas quatro questões de Auditoria nessa prova, abusando da doutrina e fugindo de cobranças literais, o que acabou dificultando um pouco.

Entendo que cabe recurso na última.

Seguem os comentários na próxima página.

Já conhecem meus novos cursos no 3D CONCURSOS?

https://www.3dconcursos.com.br/cursos.php?professor=36

Abs,

Fonte

 

(FGV/ALERJ/2017)- O governo de um ente estatal definiu como uma das políticas quadrienais o desenvolvimento do artesanato em uma região do Estado, conhecida pela tradição com cerâmicas, rendas e bordados. Para tanto, ele pretende subsidiar recursos para treinamento, construção de instalações e aquisição de matérias primas. O governo estadual, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social, realizou uma análise quanto à disponibilidade de pessoal para compor um departamento apropriado para implementar, conduzir e acompanhar a operação de concessão de subsídios. Sob a perspectiva do documento Guidelines for Internal Control Standards for the Public Sector, emitido pelo International Organization of Supreme Audit Institutions (INTOSAI), a análise efetuada está relacionada ao seguinte componente:

(A) monitoramento;

(B) avaliação de riscos;

(C) ambiente de controle;

(D) informação e comunicação;

(E) procedimentos de controle.

Comentários:

        Segundo a norma supracitada, oselementos do ambiente de controle são:

(1) a integridade pessoal e profissional e os valores éticos da direção e do quadro de pessoal, incluindo uma atitude de apoio ao controle interno, durante todo o tempo e por toda a organização;

(2) competência;

(3) o "perfil dos superiores" (ou seja, a filosofia da direção e o estilo gerencial);

(4) estrutura organizacional;

(5) políticas e práticas de recursos humanos.

Dessa forma, a análise quanto à disponibilidade de pessoal para compor um departamento apropriado para implementar, conduzir e acompanhar a operação de concessão de subsídiosefetuada está relacionada a esse componente.

Resposta: C

(FGV/ALERJ/2017)- Quando em determinada entidade o auditor tiver necessidade de averiguar informações junto aos funcionários responsáveis pelo acompanhamento das vendas, da posição dos investimentos e dos controles internos, deverá usar a técnica:

(A) da amostragem;

(B) da conferência de cálculos;

(C) da circularização;

(D) do exame de registros auxiliares;

(E) do inquérito.

Comentários:

        A FGV usou um termo que não consta nas normas de auditoria governamental, interna ou independente, mas que as vezes é utilizado pela doutrina.

Inquérito é a mesma coisa que Indagação, ou seja,uso de entrevistas e questionários junto ao pessoal da unidade/entidade auditada, para a obtenção de dados e informações.

De qualquer forma, dava para acertar por eliminação.

Resposta: E

(FGV/ALERJ/2017)- Em um determinado município foram criados centros digitais para que a população pudesse ter acesso à internet, por meio de diversos quiosques instalados em pontos estratégicos da cidade. Foram instalados os quiosques, com computadores, rede de internet e softwares antivírus, além de um sistema de cadastro dos usuários. O município optou por não instalar programa de controle do tempo de uso dos computadores pelos usuários, pois iria onerar o projeto além dos valores previstos e por sua menor relevância. Essa decisão da administração municipal está de acordo com o seguinte princípio do controle interno:

(A) aderência a diretrizes e normas;

(B) controle sobre as transações;

(C) formalização de instruções;

(D) delegação de responsabilidades;

(E) relação custo-benefício.

Comentários:

        Questão mais tranquila da prova.

        Um dos mais importantes princípios de controle interno é a relação custo-benefício, ou seja, o custo para implementação de determinado controle não pode ser maior que o benefício gerado por ele.

Resposta: E

(FGV/ALERJ/2017)- Um dos esforços do trabalho do auditor consiste em buscar evidências que possam fundamentar suas conclusões sobre as demonstrações contábeis. As evidências podem ser relacionadas à finalidade para a qual são colhidas ou à sua natureza. As evidências relacionadas à natureza correspondem a provas que servem para validar os registros contábeis. Dos exemplos a seguir, o que NÃO constitui evidência quanto à natureza é:

(A) constatação de existência física de bens;

(B) declaração de fontes verbalmente consultadas;

(C) incapacidade financeira de pagar credores no vencimento;

(D) eventos subsequentes à data das demonstrações contábeis;

(E) documentos comprobatórios da legitimidade de transações.

Comentários:

        Aqui entendo que cabe recurso. Embora em auditoria seja possível aceitar evidências verbais, elas por si só não são suficientes para a validação de determinado registro. Dessa forma, entendo que a questão deve ser anulada, por existir a possibilidade de suas respostas.

Resposta: C – Gabarito dado pela banca.


Array
(
    [id] => 3725/2/36
)